14 de junho de 2009

Pequenos surtos


Então. Lá estava uma Ana Beatriz muito feliz na Livraria Saraiva, escutando uma garota de, sei lá, talvez uns vinte anos, cantar furiosamente algo ininteligível porém agradável, quando se depara com os seguintes dizeres em um cartaz (um de dezenas):
"A peça Hamlet, com o ator Wagner Moura, será apresentada em Recife, dias 26 e 27 de junho. Ingressos aqui!"
Para tudo. COMO ASSIM? As palavras Wagner Moura e Recife juntinhas, na mesma frase? Surtei. Surtei mesmo. O meu amigo não parava de resmungar "E daí?", mas eu nem liguei. Wagner Moura é o Michael Phelps do teatro/cinema brasileiro pra mim (por favor, sem brincadeirinhas com o lance da maconha do Mike), e daí que tô surtando até agora. Próximo passo - providenciar calmantes para não gritar no meio de alguma cena.

Tá... Eu queria muito escrever algo legal aqui hoje, mas tô sem criatividade e sem tempo, cansada da viagem de ontem, e tenho
apenas umas sete ou oito provas no colégio até quarta-feira, sendo que a única coisa que eu li nesses últimos dias foi um livro do Dan Brown que, crime dos crimes, não cai em nenhuma das minhas atividades escolares. Então eu deixo aqui, além do meu pequeno desespero, uma pequena prece:
Meu Deus... Faça chover na pasta de provas das professoras de física e espanhol. Fure o pneu do carro dos professores de história e química. Quebre o despertador da professora de biologia. E, por favor, altere o calendário de um modo que, quando eu acordar amanhã, já seja 26 de junho. Amém.

3 arranhões:

Lina :) disse...

Filhooote! (:
Então a sortuda aí vai ver Hamlet?
Ai que sonho.
E ficou esse tempo todo aqui em São Paulo e eu nem tchum. :/

Saudades, Bê.
Beijos.

natana disse...

cê vai niii?
eu quero ir com você. quanto é?

eu vou acompanhar o seu blog *lalala*


beeijo

Carlos disse...

BALAKAAA
HAHEUAHUEA