31 de dezembro de 2009

Don't cry for me, 2009!


 "Então esse é o ano novo e não tenho nenhuma resolução

Para penas assinadas por mim mesmo

Para problemas com soluções fáceis

Então todos coloquem suas melhores roupas! Vamos fazer de conta que somos ricos só por hoje
Fogos de artifício na varanda da frente 
E trinta diálogos enfiados em um só"
(The New Year - Death Cab For Cutie)












Olha, se tem uma coisa que eu não entendo é Reveillón. Todo mundo sem dinheiro e enchendo a cara pra esquecer o que aconteceu de ruim no ano que se passou. Mas hoje, diferentemente do meu clima nada natalino Papai-Noel-Vou-Quebrar-Seu-Trenó, eu não estou deprimida ou entediada; no mínimo, me bate uma angústia. Começo a pensar no ano que está acabando, penso em janeiro, nas férias de verão, em fevereiro, volta às aulas, em março... Tá, chegando em maio já me sinto nauseada e começo a fazer planos pro ano que se aproxima. Perto das doze badaladas eu começo a pensar: Do que, afinal de contas, eu vou realmente me lembrar? O que mudou minha vida esse ano? Ok. Here we go.
Em 2009, as coisas não saíram como o planejado. Pra todo mundo, imagino. Nunca saem. Talvez por isso esse tenha sido o ano mais intenso da minha vida - tanto no sentido ruim quanto no bom. Recuperei algumas amizades, fortaleci outras, fui a shows incríveis de algumas das bandas mais AFUDÊ (Simple Plan, Cachorro Grande, Nação Zumbi, Retrofoguetes, FRESNO...) com pessoas não menos do que fantásticas, adquiri alguma confiança em mim e nenhuma no mundo... É, foi um ano memorável. Certo, eu me decepcionei com muita gente. Mas eu também conheci pessoas maravilhosas que eu pretendo levar comigo, se não pro resto da vida, por muito tempo. É verdade que eu me dei mal mais vezes do que posso contar. Mas eu aprendi muito. E ainda me diverti pra caramba sendo a má influência das gurias.




Algumas lições aprendidas em 2009 (afinal, seria injusto me ferrar tanto sem retorno):

- Não importa o quanto você ame uma pessoa e ela ame você. Vocês ainda assim vão arranjar um jeito de machucar um ao outro.

- Algumas coisas nunca mudam, mas algumas mudam pra sempre. Estranhos podem se tornar melhores amigos e melhores amigos podem se tornar estranhos.
- Não desista do que você quer. Se você cresceu escutando Simple Plan e SP vai fazer um show à 200km de você, você VAI. Não importa o quanto o seu melhor amigo diz que você está acabando com seu bom gosto. Afinal, seu melhor amigo é rubro-negro.
- Não seja abduzido pelo cinema. Não fale coisas bonitas pra pessoas que não merecem só porque, em um roteiro, ficaria lindo. Ou porque você assistiu Closer muitas vezes e está se achando a própria Alice. Lembre-se que a Alice sempre é a avoada da história.

- Mais uma vez: não desista do que você quer. Se você passa por tudo quanto é loucura pra ver a peça do seu ator favorito, não é um bando de atrizes de terceira e um segurança de merda que vão te impedir de abraçá-lo e gaguejar como uma idiota na frente dele, oras!
- Por favor, se o seu amigo que te ama e te quer bem diz que um cara não presta, acredite nele.

- Já que tu não acreditou, porra, aproveita o guri. Mas não esquece: vai dar em merda.
- Não misture vodka com vinho porque o cara que você gosta não sabe misturar amor com responsabilidade.
- Alguns fantasmas sempre voltam. Cabe a você mandá-los de volta ao seu lugar de origem, você sabe... LÁ.
- Pronto, idiota. Você se envolveu tanto com casinhos e rock 'n' roll all night and party every day que esqueceu de estudar. Nada de estrago, nada de saída, nada de nada. Mas não se preocupe: recuperação is the new black!

Eu não lembro tudo o que aconteceu em algumas ocasiões, o que nos leva a...
- Fique longe de vodka. Já ouviu falar de apagão pós festa? Então.

- Se você quiser ficar perto da vodka, procure ficar perto de pelo menos A) um sanitário B) um amigo que saiba como segurar a sua franja sem bagunçá-la C) uma balinha de menta, porque vômito não é a coisa mais agrádavel ao paladar, sabe.

Pra finalizar eu poderia desejar festas insanas, dinheiro e que o seu time ganhe a Copa do Brasil. Mas não vou. Primeiro porque, se você for algum fulano de quem eu realmente não gosto, seria hipocrisia desejar que você ganhe na mega-sena e eu continue na merda. Segundo, porque se o seu time não for o Corinthians, eu realmente espero que ele perca. E sabe do que mais? Eu só desejo paz, amor e saúde. É o clichê, mas é o mais importante. O resto a gente corre atrás. Agradeço a quem me fez sorrir ao menos uma vez durante esse ano e peço desculpas se fiz alguém chorar. Você, que fez meu 2009 valer a pena de alguma forma, fica ligado. Se me abandonar em 2010, vai rolar um boxe!

Continuem bonitos. Porque 2010 vai ser o ano do estrago! :)



PS: A todos os fãs do "The Rev", baterista do Avenged Sevenfold, que faleceu essa semana devido a causas ainda desconhecidas, deixando o mundo da música e milhares de fãs órfãos- 'Cause everybody's gotta die sometime, we fell apart, let's make a new start 'cause everybody's gotta die sometime, yeah, but baby don't cry... (L)

11 arranhões:

seuvicio disse...

Se vc não planejar nada não vai ter problemas com coisas saindo fora do planejado.

Ang disse...

Oie
Vim te desejar um feliz e realizado ano de 2010!
E dizer que é maravilhoso te ter na blogosfera e que possamos seguis juntos nesse mundo tão magico de blogueiros!
Um grande beijo ;*

Yasmin disse...

Mais um texto seu do tipo "ligue o foda-se" e seja feliz, você é extremamente clara, transparente, por isso adoro seus textos acho que poderia ter 3 páginas de textos que eu leria e ainda esperaria mais, ótimo. A parte da vodka, hahahaha apoiada, realmente preciso ficar longe dela, feliz 2010 e mais textos assim!

Pâmzinha ♥ disse...

É, o seu texto de final de ano foi muito bom, difente de todos os outros textos de blog, sempre caem no mesmo clichê. E, The Rev nos faz uma grande perda, tanto no A7x, como no mundo do rock, um excelente profissa ! Ah, só mais uma lição para aprender em 2010 : cachaça com vinho também dá apagão ! Muito cuidado ! kkk'

http://supbox.blogspot.com/
http://glossabortuttifrutti.blogspot.com/

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

haushaush, adorei o texto. bem claro, divertido, sincero enfim, legal, do jeito que eu gosto.

Que bom q vc aprendeu tantas coisas em 2009 - a parte sobre a vodka parece mesmo útil. rsrs Que mais aprendizados venham em 2010 e q vc curta muito esse novo ano.

je disse...

nossa, tive mta sorte de encontrar seu blog na comunidade do blokurtando, adorei o seu texto e da forma como você escreve, ae, virei seguidora! parabéns e sucesso.

Ultraviolet disse...

Concordo com praticamente tudo o q vc disse!!! kkkkk... Gosto muito do seu blog e de suas postagens, leio todas, mas nem sempre comento! Espero que esse ano seja o início de um novo ciclo e que boas coisas aconteçam, mas se não for assim, que pelo menos resultem em tantos bons textos como os que vc escreveu ao longo do ano!! Feliz Ano Novo!!!

Gabriela Sayour disse...

Adorei teu post, e quase senti na pele o que tu aprendeu nesse ano que passou, haha!

E que The Rev, ou Jimmy, descanse em paz. Ele merece (; - e vai fazer muita falta. <3

Ellen Ventura disse...

Muito bom o novo designer do blog adorei!

l a l a h disse...

Hoho, gostei das lições que você aprendeu esse ano... eu aprendi isso há um tempinho atrás e sei que é verdade.
Feliz ano novo, tudo de bom e que o Timão realmente ganhe alguns campeonatos.

Helder Herik disse...

sabes que sou teu fã
pq gostas de Amy,
e te amarei, apesar de emO
se leres o machadão.

tô esperando pra fazer o prefácil
do seu livro.
aproveita enquanto não estou famoso
e n tenho os livros adaptados pro cinema, pq dpois vou tá ocupado
ganhando dinheiro.

- Já que tu não acreditou, porra, aproveita o guri. Mas não esquece: vai dar em merda.

kkkkkkk

bjoO sua maluca