23 de setembro de 2009

Are baba!


Certamente, se você vive no Brasil e não é totalmente antissocial¹, provavelmente já disse ou já escutou a frase "Você viu o que a fulana fez com o fulano ontem na novela?" ou algo do tipo. Se você tem falado isso ultimamente, sinto muito. As novelas de hoje em dia são tão previsíveis que sempre se tem que mudar o final da trama em cima da hora porque todo mundo, usando apenas 1% do cérebro, saca que o mocinho - OH! - vai ficar com a mocinha, e o vilão vai se dar mal e todo o resto vai viajar e/ou casar e viver feliz para sempre. Acho que tem muito influência dos clichês hollywoodianos. Aliás, também acho que Hollywood devia ser a capital dos EUA. É lá que tudo que é considerado útil acontece.
Se você é do segundo tipo e quando escuta isso já pensa "Ih, lá vem...", bem-vindo(a) ao clube! Nada contra, na verdade, mas eu tenho pena de quem gosta delas. Calma; não quero bancar a intelectual demais e dizer que não acrescenta nada (mesmo sendo a real), porque os seriados estão aí e eu adoro dezenas deles. Só vou dizer que é triste: novela não reprisa, a não ser grandes ibopes das oito, grandes merdas das seis ou grandes chatices da década de 80. Além disso, mesmo quando a coisa é razoável, não sai em DVD - bem, ouvi falar que vão sair umas duas, mas enfim, até o presente momento eu não soube de nenhuma confirmação - ou seja, você fica órfã da fulana e do fulano para sempre, só imaginando o que aconteceria a seguir, e mesmo em novelas com mais de uma temporada, como Malhação, os poucos personagens realmente bons e que diferentes da massa vão sumindo e você acaba esquecendo ou morrendo de saudade deles. Vê a tristeza da coisa? Antigamente, o interessante nas novelas era ver o cotidiano retratado ali, nu e cru. Hoje, a realidade aparece aqui e ali e mesmo assim soa falso. E o que importa são as paisagens... Dessas terras estranhas todas, acho que uma das poucas que realmente valeu a pena foi O Clone. Ou talvez eu só esteja dizendo isso porque adorava as joias, hahah. E não entendo porque foi feito todo esse auê com Caminho das Índias... Quero dizer, assisti o segundo capítulo, um do meio e 10 minutos do final e entendi toda a história.
Eu, por exemplo, não me conformo com reprisarem essa coisa tosca que é Alma Gêmea (que passou a o que? Uns dois anos? E só a música me dá náuseas) e não reprisarem O Beijo do Vampiro. Tá, agora pode parar de rir. O enredo era fraquinho e os efeitos, blergh, mas Crepúsculo² tá aí arrasando também, né? Pronto. Agora aguardo ansiosamente a crucificação, já que falei da novela mais amada pelo país dos últimos anos e da saga que compete com Harry Potter no quesito "fãs neuróticos".

¹ De acordo com essas regras esquisitas do novo acordo, agora é SS mesmo.
² Apesar dos pesares, eu também li e vi Twilight. E quero muito ver Lua Nova. Caras lindos e sobrenaturais com o poder de deixar o mundo todo suspirando? Come on, guys! Nunca fui intelectual demais, mesmo. E a carne é fraca.

11 arranhões:

N. disse...

Pioor, essas novelas ninguéééém merece, realmente, nada contra quem gosta, mas eu por exemplo to sempre boiaando quando falam d novela na aula! Meu, as vezes até professoras falam...q q isso? o.O q coisa mais contagiaante! --'
novela me irrita! :D
(pronto, desabafeeei aki né?! :X)

Blogueira disse...

o final da novela foi terrível!
todo mundo reclamou.

http://saudeecompanhia.blogspot.com/

Laís disse...

Pra mim,pra gostar é preciso fazer grandes abstrações!
Se você assiste buscando o fim a que ela se propõe, ou seja, alguns blocos de entretenimento passivo e alienado, é bom, é bom pra desopilar e pra socializar (quer assunto melhor pra puxar?).
Não dá pra assistir Caminho das Indias/Beijo do vampiro e esperar qualquer outra coisa além de algumas risadas, tirar onda dos personagens e ter um sentimento de pertencer a sociedade (RÁ!).
Só é ruim quando você senta e espera que passe um entretenimento de qualidade, por que não é, é pra massificar mesmo.
(quem sabe não é esse um dos poucos elos que ligam as classes sociais, do motorista ao empresário, todos falam "Are Baba". Isso e o futebol, claro.)

ps. sem sentir, criei uma redação :P

Nat disse...

Sem querer posar de intelectual acabou posando.
Queria te dizer uma coisa, sobre "MOSTRAR A REALIDADE".
a Televisão é um meio de comunicação e lazer que atinge todas as camdas da sociedade e inclusiva as camadas pobres, que sabem MUITO BEM o que é a realidade.
O que essas pessoas, em suas poucas horas de descanso depois de um longo dia dando duro pra tentar sobreviver, é um pouco de romance, lugares bonitos, emoções fortes e galãs. Vamos, todos precisamos de um gole de futilidade! Ninguém vive só de Aristóteles, Marx, Freud.

disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Beatriz disse...

NAT

Não quis criticar quem assiste, aliás, eu mesmo já assisti, como tem no post. Apenas critiquei a mesmice das novelas e a influência dos EUA em basicamente tudo, essa massificação que eu acho idiota, e falei que as emissoras, principalmente as abertas, deveriam modificar o enredo para torná-lo mais real, ou apenas mais interessante, porque o principal da novela deveria ser isso: a realidade meio que pintada de cor-de-rosa. E se você não leu direito, eu disse que adoro dezenas de seriados fúteis. Não estou posando de intelectual porque intelectuais que só vivem de Marx e Freud não assistem Gossip Girl e nem curtem Crepúsculo.

Enfim, não se pode agradar a todos! ;)

Sopa disse...

bom, é dificil admitir mas..
as novelas ditam os valores morais da sociedade atual, pelo menos.. da maioria.. melhor, a tv dita os valores
todos perdem seu tempo e suas vidas discutindo alienados ao que está acontecendo com a novela, ou quem será eliminado do BBB(é, ano qe vem tem de novo D:)

bom... as coisas ficam cada vez mais futeis, e cada vez mais assistidas mesmo assim .__.


e sobre a sua cruscificação...

err.. tá, o odeio twillight, ou seja.. vamos posar de quem ama, ou de quem odeia?
tá vendo, ou você é um seguidor da modinha, ou fica posando de quem odeia modinha.. intons

ah foda-se, cada um gosta do que quizer, e pronto.. :x

nao vou te cruscificar.. pelo menos nao ainda :x

e eu amo True Blood, (vampiros e vampiras entre outros numa trama espetacular sendo a série mais quente dos EUA? ha... nao há quem resista.)

KGeo disse...

o que falta aqui no brasil, é historias boas, mais atores bons

Naya Rangel disse...

Assino em baixo ... como estudo a noite, não tenho tempo de ver novela, e nem faz falta! Realmente novela é muito previsível se você assistir o primeiro e a alguns capítulos já deduz todo o resto! Prefiro os seriados também, nem se comparam!

Abraços!

http://kultura-digital.blogspot.com/

http://kultura-inutil.blogspot.com/

Manoel Leonam disse...

Antes de conhecer as séries gringas eu não tinha dimensão da falta de qualidade da nossa dramaturgia. Não estou falando de falta de qualidade técnica, pois muitas vezes as produções são superiores a muitos seriados americanos, mas a falta de originalidade do texto da trama. Uma eterna repetição dos mesmos chavões há pelo menos duas décadas. Não sei se isso se deve a pouca renovação de autores, ou se as emissoras tem medo de mudar e se acomodam tratando o público em geral como idiota. Salvo raras exceções, é claro. Seria legal se as novelas se concentrassem mais num estilo, tipo novela policial, ou de terror, ou de comédia, ou de amor e tal, sem esse negócio de toda trama ter que ter vários nucleozinhos, um mais cômico, outro mais dramático e acaba sendo um samba do criolo doido e previsível, sempre muito previsível.

Gostei do seu blog, gosto de quem, como eu, assume gostar de cultura pop, mas nem por isso deixa de pensar de forma independente.

abs

Camilla disse...

Caramba eu achei uma saco essa novela, e o pior que coisa ruim é do que o povo mais gosta.Eu acho novela uma perca de tempo, só vi poucas, (tá, eu amei chocolate com pimenta, mas eu gostava mais era dos chocolates que passava *_*), modismo de novela é brega e final de novela tu a mesma coisa.
;*